15 coisas divertidas para fazer na Eslovênia

Lago Bled, na Eslovênia, um marco e trilhas famosas e muito populares



Quando você está planejando suas próximas férias na Europa, a Eslovênia deve estar na sua lista. Este pequeno país, localizado entre a Itália, Croácia, Áustria e Hungria, está se tornando cada vez mais popular à medida que as pessoas descobrem sua beleza natural. Dos imponentes Alpes Julianos às margens do Mar Adriático e suas caminhadas pela floresta pitoresca, a Eslovênia tem de tudo. O país tem uma rica história e cultura que está esperando para ser descoberta. Você vai adorar explorar a capital tranquila e elegante, Ljubljana, e se apaixonar pela paisagem de tirar o fôlego do Lago Bled. Esteja você procurando uma aventura solo, uma viagem em família ou uma pausa romântica, essas são as coisas mais divertidas para fazer na Eslovênia.

Conteúdo 1. Ljubljana 2. Cavernas Skocjan 3. Castelo Predjama 4. Lago Bled 5. Caverna Firme 6. Vintgar Gorge 7. Piran 8. Bovec White Water Rafting 9. Maribor 10. Parque Nacional Triglav 11. Lago Jasna 12. Monte Vogel 13. Portoroz 14. Koper 15. Radovljica Mapa da Eslovênia

1. Ljubljana

A pitoresca capital da Eslovênia, Ljubljana, é uma das cidades mais verdes da Europa. Construída às margens do sinuoso Rio Ljubljanica, a cidade possui muitos parques e praças públicas. Muitos dos monumentos, pontes - incluindo a icônica Ponte Tripla - e edifícios mais conhecidos têm um toque clássico que é perfeito para fotos. Erguendo-se acima da cidade em uma colina coberta de árvores está o Castelo de Ljubljana, que data do século XVI. Daqui, você terá uma vista incrível. Uma das outras maiores atrações de Ljubljana é sua vida noturna; no verão, as esplanadas junto ao rio ganham vida com bares e cafés.





Ljubljana

2. Cavernas Skocjan

As Cavernas Skocjan, listadas como Patrimônio Mundial, são de tirar o fôlego. Você vai pensar que entrou em um conto de fadas. O vasto sistema subterrâneo de túneis, canais, lagos e cachoeiras é o maior da Europa. Formou-se ao longo de milhões de anos pelo fluxo do Rio Reka e é um destino turístico há séculos. Os arqueólogos até encontraram um assentamento pré-histórico bem no fundo. Você pode fazer visitas guiadas às cavernas Skocjan ao longo do ano. Durante esses passeios, você explorará a Caverna do Silêncio, a Caverna dos Murmúrios, a Ponte Natural, o Grande Salão, bem como as formações rochosas maciças, antigos leitos de rios e colônias de morcegos.



Cavernas Skocjan

3. Castelo Predjama

O Castelo de Predjama parece ter sido tirado diretamente das páginas de um livro de fantasia. Este forte de 800 anos é considerado um dos mais fascinantes do mundo devido ao seu design único. É construído na lateral de um penhasco, com corredores e túneis que se estendem para dentro da rocha. A atmosfera misteriosa e romântica do castelo tornou-o um destino popular para casamentos - e caçadores de fantasmas! Os amantes da história ficarão fascinados com seu passado, incluindo a famosa lenda do cavaleiro do século 15, Erazem. Às vezes chamado de 'Robin Hood esloveno', ele usava Predjama como sua base. Há um torneio com tema medieval em sua homenagem que ainda hoje é realizado no castelo.

Castelo Predjama



4. Lago Bled

Um dos pontos turísticos mais populares do país, o Lago Bled faz jus à sua reputação. O cenário é incomparável, com montanhas majestosas e florestas exuberantes que se encontram com as águas azuis cristalinas do próprio lago. Com um cenário tão romântico, muitos casais escolhem o Lago Bled como destino de lua de mel. É também o lar da única ilha da Eslovênia que você pode visitar através de um dos tradicionais Pletna barcos a remos. Uma vez lá, você pode explorar a histórica Igreja da Assunção de Maria e tocar seu sino de 500 anos - segundo a lenda, vai realizar seus desejos. O Castelo de Bled também é uma visita obrigatória. Além de um belo local histórico, esta fortaleza medieval também abriga um museu, adega com aulas de engarrafamento de vinho, atividades de arco e flecha e um restaurante. Para quem procura relaxar, o Lago Bled é quente o suficiente para nadar e se bronzear durante o verão.

Lago Bled

5. Caverna Firme

A Eslovênia é conhecida por suas cavernas, e você pode explorar o sistema Postojna com exclusividade - de trem subterrâneo. O trem está funcionando desde a década de 1870, e sua trilha vai mais de 3 km dentro das cavernas. Em seu passeio, você passará pela formação rochosa mais famosa de Postojna, chamada 'Brilhante' - uma estalagmite gigante e branca e brilhante. Essas formas terrestres de um milhão de anos se espalham pelas cavernas. Partes do sistema Postojna são tão grandes que uma caverna - conhecida como Sala de Concertos - pode acomodar 10.000 pessoas. Enquanto isso, os rios subterrâneos e piscinas de Postojna são o lar de animais incomuns chamados de olmos - também conhecidos como 'peixes humanos' - que são semelhantes às salamandras. Por causa de sua aparência, eles já foram considerados bebês dragões. Os olmos deram às Cavernas Postojna uma sensação ainda mais mágica.

Caverna Postojna

6. Vintgar Gorge

Perto do Lago Bled e a uma curta distância de carro da vila de Bled está o Desfiladeiro de Vintgar. Durante a sua visita, você cruzará as águas esmeraldas do Rio Radovna em lindas pontes e caminhos de madeira. As vistas panorâmicas são incomparáveis ​​- pense em cachoeiras, piscinas cristalinas e penhascos cobertos de musgo. Você não vai querer largar sua câmera enquanto explora o encantador caminho na floresta. No final da Garganta está a deslumbrante Cachoeira Sum, além de um café, onde você pode parar para uma pausa relaxante. Por ser uma caminhada relativamente fácil e não muito íngreme ou escorregadia, Vintgar Gorge é um ótimo lugar para visitar as famílias.

Vintgar Gorge

7. Piran

Uma das cidades mais pitorescas da Eslovênia é Piran, que fica em uma península na costa do Adriático. É o mais próximo da Croácia e de Veneza e compartilha os encantos mediterrâneos desses lugares. Você não poderá deixar de se apaixonar por sua arquitetura histórica, vielas sinuosas e vistas do pôr do sol sobre o mar. Uma foto na Praça Tartini pavimentada com mármore é obrigatória - a estátua de bronze atraente no centro é do violinista nascido em Piran Giuseppe Tartini. Perto estão as belas igrejas como a Catedral de São Jorge, bem como o palácio do século 15 conhecido como a Casa de Veneza. Ideal para uma escapadela romântica a dois, Piran é o lar de fantásticos restaurantes de frutos do mar, e você pode até ir à caça de trufas na paisagem circundante.

Piran

8. Bovec White Water Rafting

Bovec é a charmosa e histórica cidade principal do pitoresco Vale do Soca. Devido à sua localização cercada por montanhas, Bovec é uma excelente base para esportes de aventura de todos os tipos, desde esqui e snowboard até ciclismo e canyoning. Rafting também é uma das atrações mais populares em Bovec. Você não vai conseguir acreditar no que está vendo enquanto rema nas incríveis águas turquesa do Rio Soca. O tom rico do jade vem do calcário na água, por isso é natural e implorando por uma foto do Instagram. Quando se trata de corredeiras, há seções perfeitas para todos os níveis de experiência, do iniciante ao especialista. Se você nunca fez rafting antes, Bovec é o local ideal para experimentá-lo pela primeira vez. Enquanto isso, os amantes da adrenalina ficarão mais do que satisfeitos com as passagens desafiadoras e as correntes de corrida.

Bovec White Water Rafting

9. Maribor

Maribor é a segunda maior cidade da Eslovênia, mas é muito menor que a capital, Ljubljana. É considerado por alguns como um dos destinos mais subestimados do país, mas é cheio de charme e personalidade. Construído às margens do Rio Drava, no norte do país, apresenta arquitetura clássica de inspiração austríaca e um cenário vibrante de restaurantes, principalmente no bairro de Quaresma à beira-rio. É também onde você encontrará os bares, clubes e locais de cerveja artesanal da cidade, bem como o festival de artes de verão. Quaresma é uma das partes mais antigas de Maribor, por isso tem várias igrejas históricas e o bairro judeu dentro dela. A própria Maribor está localizada em uma região vinícola. Como resultado, sua visita não seria completa sem conferir a mais antiga videira produtora de uvas do mundo - naturalmente conhecida como 'a Vinha Velha'.

Maribor

10. Parque Nacional Triglav

A maior reserva protegida da Eslovênia e o único parque nacional estão localizados no noroeste do país, perto das fronteiras austríaca e italiana. O parque se estende das montanhas dos Alpes Julianos por florestas, lagos, rios e cachoeiras. Os resorts alpinos de Triglav são o destino perfeito para uma caminhada - há três trilhas longas e destacadas para caminhantes experientes - ou férias para esquiar. Quem deseja voltar à natureza não pode deixar de visitar a cachoeira Kozjac, um dos mais belos tesouros naturais da Eslovênia. Ele está escondido em um desfiladeiro de calcário, com feixes de luz brilhando em suas águas verdes puras. Enquanto isso, as famílias vão adorar os lagos glaciais para nadar, fazer passeios de bicicleta e locais históricos.

Parque Nacional Triglav

11. Lago Jasna

Parte da área de Kranjska Gora no Parque Nacional de Triglav, o Lago Jasna é um lugar perfeito para parar enquanto você explora as florestas montanhosas. Areia branca circunda suas águas azul-esverdeadas, enquanto os picos dos Alpes Julianos se erguem ao fundo. Este local relaxante é um lugar popular para nadar no verão; Possui uma plataforma de mergulho de madeira de três níveis, bem como uma sorveteria, bar e áreas para banho de sol. Enquanto isso, no inverno, a área se transforma em uma das maravilhas do inverno. O lago é 'guardado' por uma estátua de bronze da lendária camurça de chifres dourados - um antílope-cabra - conhecido como Zlatorog, que é o guardião do Monte Triglav.

Lago Jasna

12. Monte Vogel

O Monte Vogel garante vistas incríveis. Ele está ligado ao Lago Bohinj no Parque Nacional de Triglav e durante os meses mais frios, é um destino popular de esqui e snowboard. Existem pistas para todos os níveis de habilidade e muita neve natural, bem como trilhas de esqui cross-country. No verão, é um excelente local para caminhadas. Você começa pegando um teleférico até a estação, 1.500m acima do nível do mar. De lá, você pode escolher entre várias trilhas de caminhada diferentes que o levarão por florestas, vales alpinos, cabanas de madeira bonitas e cumes íngremes. O Monte Vogel também é um ponto popular de parapente, com vistas deslumbrantes dos Alpes Julianos.

Montanha Vogel

13. Portoroz

Localizado um pouco mais longe ao longo da costa de Piran, Portoroz - que significa 'porto das rosas' - é tão bonito quanto seu nome. É um dos resorts de praia mais sofisticados da Eslovênia, por isso é ideal para quem procura uma experiência mais luxuosa. Hotéis e cassinos cinco estrelas se alinham na praia, dando a sensação de um mini Monte Carlo ou Cannes, mas com um toque esloveno. Embora Portoroz seja famosa pela praia e pelo porto, também é conhecida pelos spas termais, que oferecem tratamentos com a lama rica em minerais das salinas locais. Bem conectado ao resto do Adriático, esta é uma excelente base para viagens a Veneza e Trieste de barco.

Portoroz

14. Koper

Koper é uma das cidades da Eslovênia com maior influência italiana, estando a apenas 5 km da fronteira com a Itália. Sua herança remonta aos tempos romanos e até tem o italiano como uma de suas línguas oficiais. Historicamente, ele fazia parte do Império Veneziano, muitos de seus edifícios mais famosos - como a Loggia e os Palácios Pretorianos - foram construídos neste estilo italiano. Embora já tenha sido a prefeitura, a Loggia agora é uma galeria de arte com um café do século 19 embaixo. Explorá-la e o resto da cidade velha medieval é fascinante a pé. A Fonte Da Ponte - que parece uma versão menor da Ponte Rialto de Veneza - está localizada nesta área. Como Koper é um porto movimentado, o porto também é animado e vale a pena ser visitado, com muitos restaurantes que servem refeições locais da Ístria.

Cobre

15. Radovljica

Uma das cidades históricas mais bem preservadas da Eslovênia, Radovljica está localizada perto do Lago Bled e das montanhas Karavanke. Muitas de suas casas datam dos séculos 15 e 16, enquanto as defesas medievais da cidade ainda são visíveis hoje. Radovljica é conhecida por sua apicultura e mel, além de pão de gengibre. Enquanto isso, em abril, um festival de três dias celebra o chocolate. Essa combinação levou a cidade a ser apelidada de 'doce Radovljica' em esloveno. No entanto, a cidade não é apenas um destino para os amantes do açúcar; é também a porta de entrada para o Vale do Draga. Draga está repleta de trilhas para caminhadas deslumbrantes, ciclovias, ruínas de castelos e atividades como arco e flecha, para que você possa queimar todas as delícias que comeu na cidade.

Radovljica

Mapa da Eslovênia